Resenha: Donnie Darko – DarkSide Books

Hello Little Batsss!

Hoje venho falar sobre um lançamento da DarkSide books que me deixou euforicamente feliz e ansiosa, hoje eu vim falar de: DonnieDarko

Antes de tudo quero apresentar esse filme a vocês, caso não conheçam, é claro. Donnie Darko é um filme que foi lançado em 2001 pelo diretor Richard Kelly e se tornou um fenômeno cult, devido toda a sua complexidade. Ele é um filme que não basta você assistir apenas uma vez, mas sim várias para ir pegando algumas coisas que talvez você não tenha reparado logo de primeira. E também é daquele tipo de filme que depois de assistir você vai querer pesquisar mais sobre o assunto e todo esse universo pra saber ‘o que taconteseno’.

 

DSC_0050 1

 

No começo Donnie Darko parece ser um filme sobre adolescentes, devido as suas cenas convencionais de adolescentes que moram no subúrbio e alguns estereótipos de escola (o brigão, as novinhas, o diferentão, a menina do amor platônico, a gatinha e etc). Mas aos poucos vamos percebendo que não estamos diante de um filme tão comum.  O filme tem uma atmosfera fantástica, com trilha sonora muito boa que vai ligando cada música a cada fato e clima da cena. Um filme bem inteligente com diálogos profundos e personagens que nos remete muito a realidade, e nos faz parar pra pensar sobre esses diálogos e frases de impacto e querer assistir mais vezes, tornando o filme atemporal.

 

DSC_0028 2

 

Ambientado nos anos 80, o filme narra a história de Donnie Darko, um adolescente problemático que faz acompanhamento com uma psiquiátra e toma alguns remédios. Tudo muda após Donnie escutar uma voz ecoando e chamando por ele ‘Wake up Donnie’ , confuso Donnie num ato de sonambulismo sai de casa e da de cara com um coelho bizarro, seu novo amigo imaginário Frank que começa uma contagem regressiva para o fim do mundo, o famoso 28:06:42:12 (28 dias 06 horas 42 minutos 12 segundos). A vida de Donnie começa a mudar a partir dessa noite que passou fora do seu quarto, e uma turbina de avião cai sobre sua casa, bem no seu quarto. Se estivesse lá, Donnie estaria morto. A partir daí começa muita coisa sem explicação, até porque ninguém nem sabe de onde veio essa turbina.

 

DSC_0035 1

 

A partir daí Donnie fica obcecado e começa a pesquisar sobre o assunto de viagem no tempo, pois Frank menciona isso em uma de suas aparições. E começam muitos diálogos profundos no filme, papos sobre realidades alternativas e universo tangente. Além disso o próprio roteirista criou um livro intitulado “A filosofia da viagem no tempo” que no filme aparece ser escrito pela Vovó morte.

O melhor do filme é que existe milhares de teorias espalhadas, não existe apenas um caminho a seguir para desvendar todo o filme. Isso é um dever cumprido do diretor/roteirista, pois Donnie Darko está em você não saber o que dizer sobre o filme, não saber explicar direito do que se trata, é uma obra que você pode reinterpretar a cada vez assistida, a cada detalhe percebido.

 

DSC_0135 1

 

Donnie Darko é aquele ponto que você tem dentro de si, que você sente, vê e sabe que está lá mas nunca sabe explicar ou descrever, apensar sentir.

O livro Donnie Darko da DarkSide Books é uma excelente edição, toda bem trabalhada, com qualidade que todo bom leitor sempre almeja. Ele não é um livro com a história do filme, ele é um complemento para ler após assistir o filme, é uma edição para fãs do filme e também para quem quer se aprofundar ainda mais nessa complexa e fantástica obra.  Ele está divido em: Um prefácio foda escrito por Jake Gyllenhaal (ator de Donnie Darko) falando sobre o filme, entrevista com o roteirista/diretor,  detalhando todo processo desde que ele começou a escrever, o objetivo dele, como ele conseguiu os atores, como foi chegar onde ele chegou, as dificuldades que enfrentou por ser novo no mercado e etc. Inclusive deixa claro que o propósito do filme de fato foi deixar alguns pontos abertos, obrigando a quem assistisse refletir sobre e criar suas próprias teorias e tirar suas conclusões.    Que caso isso não ocorresse tudo estaria perdido.

 

“A vida nunca é sobre uma coisa só.”

DSC_0159 1

    Após a entrevista temos o roteiro original de Richard Kelly, com algumas cenas extras que foram cortadas no filme e mais um vez podemos ler e perceber alguns pontos que nos escapam quando se é assistido. E por final temos as páginas do livro “A filosofia da viagem no tempo”, que é escrito pela vovó morte e Donnie fica obcecado por ele.

   Com certeza essa é uma edição de fã para fã e mais ainda de colecionador, com capa dura, marcador de aviãozinho com a letra de uma das minhas músicas favoritas – Echo and the Bunnymen – The Killing Moon e com fotos dos atores e ilustração maravilhosas, além de todas artes lindas espalhadas pelo livro com referências.

DSC_0067 1

    E pra encerrar com chave de ouro, a DarkSide Books inseriu a playlist de todas as músicas do filme. Então uma dica: já pega todas essas músicas do filme, faz uma playlist e coloca pra tocar enquanto você degusta desse livro e do mundo de Donnie Darko.

Pra quem curtiu o filme e achava que faltava algo a mais, agora já sabe como complementar essa experiência maravilhosa com esse belo lançamento, trazendo o Frank para pertinho de você <3

 

DSC_0135 1

DSC_0139 1

DSC_0076 2

 

Boa leitura!

Compartilhe com:

FacebookTwitterGoogleTumblrPinterest


Designer, fotógrafa, modelo alternativa e mãe. Criou esse blog com o intuito de compartilhar suas trevosidades, gostos e também continuar sua missão no mundo da procrastinação.

Posts Relacionados

5 thoughts on “Resenha: Donnie Darko – DarkSide Books

    1. Siim <3

      Essa edição é incrível pra matar um pouco a vontade de 'quero mais' depois de ter assistido o filme ^^

      nada como ter o coelhão em casa hahaha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *