Resenha: Os Condenados de Andrew Pyper – DarkSide Books

Hello little bats!

Hoje venho falar um pouquito sobre o livro “Os condenados’ de Andrew Pyper, publicado no Brasil pela Darkside esse ano.

Acho que vocês já devem conhecer o autor e se não conhecem, conhecerá agora!

 

‘Andrew Pyper (1968) é o premiado autor de seis romances, entre eles Lost Girls (1999), vencedor do Arthur Ellis Award, selecionado pelo New York Times como um dos livros do ano, e best-seller nas listas do New York Times e do Times (Inglaterra). Seu livro The Killing Circle (2008) foi eleito o melhor romance policial do ano pelo New York Times. Três romances de Pyper, incluindo O Demonologista, estão sendo adaptados para o cinema. E ainda assim, seus livros continuavam inéditos em nosso país. Claro que tinha que ser a DarkSide® Books para trazer esse mestre moderno do terror e suspense para o Brasil. Saiba mais em andrewpyper.com.’

 

os-condenados-andrew-pyper-autor

 

Bom, vamos lá!

O livro se trata de uma relação de irmãos gêmeos. Danny conseguiu enganar a morte e ganhou uma segunda chance pra viver, o que não aconteceu com sua irmã Ashleigh, que não conseguiu escapar de um incêndio. Após isso Danny escreveu um livro e transformou sua tragédia em um best-seller intitulado de ‘O depois’, relatando o que ele viu quando esteve morto e como seria o lugar para onde as pessoas iam depois que toda vida se acaba. Ele até criou um grupo de palestra/discussão sobre isso, ondem as pessoas
com a mesma experiência de morte/volta contavam suas experiências. Até uma das relatantes dizer que voltou pra vida, mas não voltou sozinha.

Danny nunca superou a morte de Ash, ele constantemente sentia a presenta da irmã e muitas vezes até podia dizer conseguia ver ela, até ele ter outra experiência de quase morte. Dessa vez ele voltou pra vida, mas não voltou sozinho, sua irmã Ash estava ‘de volta’ e transformaria a vida de seu irmão em um inferno.

 

dsc_0248

 

Ash é totalmente o contrário de Danny. Ele é totalmente tímido, já Ash é o tipo de garota popular da escola, que consegue o que quer do jeito que quer. Ela sempre foi vista como cruel, fria e calculista, até pelos membros da própria família. Ash não sente amor por ninguém, apenas explora o limite das pessoas e muitas vezes passa deles. Por trás de seus belos olhos azuis existe um monstro, que infelizmente as pessoas tem o desprazer de descobrir da pior forma possível.
Dessa vez Ash voltou pra ‘vida’, da pior forma possível. Ela não quer estar morta sozinha, não consegue aceitar que seu irmão não está junto e ainda mais que seu irmão está conseguindo tocar a vida e tentando ser feliz depois de tudo que aconteceu. Danny sempre soube da pessoa horrível que é Ash, mas agora ele não pode se livrar dela e nem sabe como ou o que ele deve fazer pra conseguir isso. Então ele começa a tentar seguir os passos de Ash, descobrir o que aconteceu que a matou pra tentar deixar o espírito de Ash livre e em paz.

Mas o que os leitores estão para descobrir é: Será que Ash quer vingança para tranquilizar seu espírito? Como podemos nos livrar de um espírito transtornado e podre como o de Ash?

 

dsc_0243
Os condenados é um thriller psicológico intenso, Andrew faz um jogo de vai e vem com a escrita, contando sobre o passado dos irmãos, acontecimentos com a família, escola e etc. Ele consegue fazer uma junção do passado com os acontecimentos presentes na história, deixando tudo fluindo perfeitamente junto com um clima de suspense.

O livro com certeza agradará aqueles que gostam de suspense com um pé bem próximo do terror. Dando aquela sensação de nervosismo que você precisa ler pra saber qual vai ser o final de tudo isso e qual é o seu propósito, mexendo com o medo de muitos de ter um espírito maligno que destrói a sua vida mas você não sabe como se livrar disso.

 

dsc_0152

“Você não deveria estar aqui, Danny. Mas, já que está aqui, vai viver como se estivesse morto. Como eu.”

 

dsc_0256

“Os atos desta vida formam o destino da próxima.”

 

dsc_0250

“São as pessoas que prendem você ao Paraíso ou ao Inferno, ou seja lá qual for o seu destino. Elas são as âncoras.”

Boa leitura!

Compartilhe com:

FacebookTwitterGoogleTumblrPinterest


Designer, fotógrafa, modelo alternativa e mãe. Criou esse blog com o intuito de compartilhar suas trevosidades, gostos e também continuar sua missão no mundo da procrastinação.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *