Resenha: Labirinto, de Jim Henson por A. C. H. Smith – Darkside Books

Hello litte bats!

 

Começando o ano lindamente com uma resenha de mais um livro maravilhoso da editora Darkside, o livro que  veio do filme Labirinto, criado – dirigido por Jim Henson, produzido por Eric Rattray em parceria com George Lucas  e escrito por A. C. H. Smith.

Talvez você já tenha assistido a esse filme quando era criança, pelo menos se você for da década de 80 ou até mesmo início de 90 hehe. Pelo menos eu assistia esse filme em VHS no looping infinito da vida. Um mundo mágico, cheio de duendes e com o David Bowie sendo o rei da porra toda, como não se apaixonar? Hahaha

 

Se você não assistiu ainda, não tem problema, ainda da tempo de ser feliz e conhecer o rei dos duendes. Você pode começar agora por exemplo, pegando essa edição maravilhosa feita pela DarkSide que vai te transportar para o Labirinto de Jareth para desvendar os mistérios e segredos desse mundo.

Deixa eu te contar um pouquinho sobre essa história…

 

 

Sarah, uma adolescente por volta de uns 15 anos é uma garota sonhadora e vive no seu próprio mundo da fantasia, adora ler e ficar recitando seus poemas, porém briga muito com seu pai e madrasta. Certa noite seu pai pede para que ela cuide de seu irmão mais novo, o pequeno Toby, que não parava de chorar. Sarah ficou muito irritada por ter que cuidar de seu irmão e por ele não parar de chorar, então sem pensar ela disse a ele que se ele não parasse de chorar ela iria chamar o Rei dos duendes para pegar ele. O que Sarah não sabia é que seu desejo se tornaria realidade.

Assim Jareth entra em cena e leva o bebê Toby para seu castelo. Sarah fica imensamente arrependida e quer trazer seu irmão de volta, porém o rei dos duendes lança um desafio a Sarah: ela precisa cruzar o Labirinto em 13 horas para encontrar seu irmão, caso contrário ele irá transformar Toby em um de seus duendes para sempre. E aí começa a aventura de Sarah para tentar corrigir seu erro.

 

 

Nos primeiros momentos que conhecemos Sarah, pelos menos a minha impressão, não foi boa. Vemos uma menina egoísta e briguenta, mas com o decorrer da história ela acaba se desenvolvendo e se mostrando bem determinada, forte e focada no seu objetivo principal. Achei muito legal ver toda a trajetoria de personalidade da Sarah começando como birrenta e aprendendo muitas lições durante o caminho do Labirinto, como: realmente as coisas não são justas, mas você pode mudar, aprender com seus erros e dar um jeito nas coisas por mais que elas sejam difíceis ou pareçam impossíveis. Além de enfrentar seus medos e acreditar em si mesma.

 “Você pensa que é muito esperta’, disse Hoggle. ‘Sabe por quê? Porque você ainda não aprendeu nada.” – p. 46

Durante esse caminho no Labirinto, até chegarmos ao castelo de Jareth, conhecemos muitos personagens medonhos, inteligentes e engraçados. Além de todo cenário e ambientação muito bem detalhadoa que te faz viajar na imaginação como se estivesse em um conto de fadas ou até mesmo se lembrar de cada cena do filme. (Ahh aquela cena do baile de máscaras <3)

 

 

A narrativa é feita em terceira pessoa e a leitura flui muito bem, causando tudo aquilo que vc sentiu ao assistir o filme. Consegue ter aquele sentimento de ficar encantada com toda a história mas também sentir um toque sinistro e de maluquices hehe.

Esse livro é basicamente o filme, ele foi escrito anos depois que o filme saiu. Porém nessa edição maravilhosa da Darkside (ele é igualzinho ao livro da Sarah no filme), temos os bônus de que A. C. H. Smith teve acesso aos arquivos e notas de Jim Henson deixando tudo mais completo e rico. Você vai ver toda parte do processo criativo de Henson, suas anotações, seus desenhos e como surgiu a ideia de criar esse mundo de duendes, humanos e um labirinto.

darksidebooks

 

E se você já é fã do filme, esse livro além de trazer toda a magia da história vai te trazer aquele arzinho de nostalgia de todas as vezes que você assistiu anos atrás. E se você não assistiu, ta aí uma ótima oportunidade de conhecer essa história, principalmente para fãs de fantasia.

É isso galera, desejo a todos uma ótima leitura! E queria aproveitar também pra agradecer ao meu querido marido Fabio Naito e minha irmã Haminaskar por terem auxiliado nas fotos que fiz inspirada na Sarah <3

Fotos by Fabio Naito

Edição, produção e direção: Desiree Baptista

 

“Meu reino é tão grande quanto o seu,e minha vontade é tão grande quanto a sua,

você não tem poderes sobre mim.”

“Nada era justo. Se você esperasse justiça, sempre se decepcionaria.”

Afinal (…), a vida é uma espécie de labirinto, com todas as suas voltas e reviravoltas,

seus caminhos retos e seus becos sem saída.

Às vezes, (…) precisar é… deixar ir.

Muitas vezes, jovenzinha, parece que não estamos chegando a lugar algum quando,

na verdade, estamos.

 

 

 

 

 

 

Gostou do livro? compre o seu aqui:
botao-blo-ambotao-blo-lc

 

labirinto darksidebooks

Compartilhe com:

FacebookTwitterGoogleTumblrPinterest


Designer, fotógrafa, modelo alternativa e mãe. Criou esse blog com o intuito de compartilhar suas trevosidades, gostos e também continuar sua missão no mundo da procrastinação.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *