Abominação – DarkSide Books

Hello little bats!!

Finalmente trago a vocês a resenha e ensaio fotográfico inspirado no livro Abominação do autor Gary Whitta, lançado aqui no Brasil pela DarkSide Books!

Primeiramente eu gostaria de deixar meu agradecimento especial para a loja :    Hrafnar pois graças a eles conseguimos muitos itens históricos como armas, figurino, espadas e acessórios muito incríveis que deu toda magia épica e viking que precisávamos para esse ensaio! Aproveitem e confiram a lojinha deles tanto online como também pessoalmente. (Consulte os eventos que eles participam!)

Também agradecimento para as lojas  Brava Artesanatos e Figurinos Tematicos que também nos ajudou com figurino. (No caso a bata preta em que eu uso no ensaio ♥)

e também o querido Duque dos Ventos (Gabriel Torres Lobo) que também super ajudou com parte de figurino e acessórios (A bata branca que eu uso e chifre de boi ♥)
Conheçam os trabalhos deles, são incríveis!

E outros agradecimentos especiais para o Fabio Naito que sempre me ajuda com as fotos e fez boa parte delas!

E Rafa que nos ajudou totalmente com o local, estrutura e tudo mais! ♥ sua linda!

Pronto, agora que passei os agradecimentos, podemos falar sobre o livro e o ensaio hahaha Primeiramente eu vou deixar aqui pra vocês um teaser meio making off também como bônus:
Gostou? Compre aqui! http://amzn.to/2owqDSn

E agora vocês podem assistir a resenha do livro e também ver brevemente um ‘folheando’ desse trabalho maravilhoso que todos sabem que a DarkSide faz né?

 

E agora a parte que vocês adoram: AS FOTOS! Apreciem com moderação 😉

 

 

‘São dignas as suas palavras… se  se desmancham tão facilmente como pó?’

 

 

‘Porque a guerra é uma amante ciumenta. Tem um jeito de nos chamar de volta para ela, muito depois

de pensarmos que nos despedimos para sempre.’

 

 

‘Se fosse para morrer, seria lutando até o fim, pela busca à qual devotara a vida.

Mesmo que morresse, o monstro não veria medo, mas sim resistência em seus olhos.’

 

 

‘Não consigo ver que piedade ou gentileza há em acabar com a vida de um homem.’

 

 

‘Em minha vida como homem, matei voluntária e conscientemente mais do que a

criatura insana jamais matou. E ela matou muita gente.

E assim eu pergunto: qual de nós é o monstro real?’

 

 

Boa leitura!

Compartilhe com:

FacebookTwitterGoogleTumblrPinterest


Designer, fotógrafa, modelo alternativa e mãe. Criou esse blog com o intuito de compartilhar suas trevosidades, gostos e também continuar sua missão no mundo da procrastinação.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *